Notícias

p class="sub-titulo"CLT/pbrh3bTemer sanciona reforma trabalhista/b/h3brbrdiv class="noticia_migalhas"p p p p p p p p p p pO presidente STRONGMichel Temer/STRONG sancionou nesta quinta-feira, 13, a A onclick="jan = window.open('http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm', 'popup0', 'toolbar=no,location=no,directories=no,status=no,menubar=no,top=40,left=40, scrollbars=yes,resizable=yes,menubar=no,width=650,height=450'); if (jan != null) { jan.location.href = 'http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm' } return false; " id=LS$popup href="" target=_selflei 13.467/A, da reforma trabalhista. Texto foi assinado em cerimocirc;nia no Palaacute;cio do Planalto e publicado na sexta-feira no A onclick="jan = window.open('http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1pagina=1data=14/07/2017', 'popup0', 'toolbar=no,location=no,directories=no,status=no,menubar=no,top=40,left=40, scrollbars=yes,resizable=yes,menubar=no,width=650,height=450'); if (jan != null) { jan.location.href = 'http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1pagina=1data=14/07/2017' } return false; " id=LS$popup href="" target=_selfDOU/A./P pIMG id=IM-135398 border=0 src="http://www.globalframe.com.br/gf_base/empresas/MIGA/imagens/0D02A80E8C247C026EB0F8FD68753DE1664C_temer-face.jpg"/P p/P pA lei altera a CLT e prevecirc; mudanccedil;as em vaacute;rios pontos. Os acordos entre empregados e empregadores, por exemplo, deveraacute; prevalecer sobre as leis trabalhistas. Tambeacute;m haacute; mudanccedil;as sobre o parcelamento de feacute;rias, jornada de trabalho e participaccedil;atilde;o nos lucros./P pSTRONGMedida provisoacute;ria/STRONG/P p/P pApoacute;s a publicaccedil;atilde;o no DOU, estaacute; previsto o prazo de 120 dias para que as novas regras entrem em vigor. Uma MP sobre o assunto, no entanto, deve ser editada a fim de alterar uma seacute;rie de itens da proposta. /P pA MP faz parte do acordo que o governo fechou com os senadores para que o texto natilde;o fosse alterado no Senado. O objetivo do acordo era evitar que o projeto retornasse para nova anaacute;lise dos deputados, o que atrasaria a sanccedil;atilde;o das novas regras. Assim, a MP deve contemplar as mudanccedil;as pedidas pelos senadores./P pSTRONGEmpregos a mais/STRONG/P pEnviada pelo governo no ano passado, a reforma foi aprovada pela Cacirc;mara dos Deputados em abril e pelo Senado na uacute;ltima terccedil;a, 11. Apoacute;s a aprovaccedil;atilde;o, Temer convocou a imprensa para pronunciamento em que afirmou a mudanccedil;a ?eacute; uma das mais ambiciosas dos uacute;ltimos 30 anos?. "Nenhum direito a menos, muitos empregos a mais?, pregou o presidente sobre a reforma. /P pIMG id=IM-135397 border=0 src="http://www.globalframe.com.br/gf_base/empresas/MIGA/imagens/F280BCD809112B91DDDC71AB08A8A048415E_sancao.png"/P pSTRONG/STRONG/P pConvidado a participar da cerimocirc;nia de sanccedil;atilde;o, o presidente do TST, ministro Ives Gandra Filho, cumprimentou Michel Temer, em meio ao seu discurso, pelo que classificou de "coragem, perseveranccedil;a e visatilde;o de futuro" do chefe do Executivo ao "abraccedil;ar" as mudanccedil;as na legislaccedil;atilde;o trabalhista, o ajuste fiscal e a reforma previdenciaacute;ria./P pGandra Filho afirmou ainda que a negociaccedil;atilde;o coletiva, que eacute; a espinha dorsal da reforma, eacute; importante porque, na avaliaccedil;atilde;o dele, quem trabalha em cada segmento eacute; que sabe as reais necessidades daqueles trabalhadores./P pIMG id=IM-135399 border=0 src="http://www.globalframe.com.br/gf_base/empresas/MIGA/imagens/F6552AB6FADDDF05E838E36BDEE19D3408EB_temer1.png"/P p/P p/P p/P p/Ppnbsp;/ppnbsp;/ppnbsp;/pp id=data_noticiaEsta mateacute;ria foi colocada no ar originalmente em 13 de julho de 2017.br/ISSN 1983-392X/ppFonte: Migalhas - a href='http://www.migalhas.com.br/'www.migalhas.com.br/a/p /div

Voltar para notícias